LANÇAMENTO MACDI - Momentos

Gírias e manias paranaenses

Essa encontrei no blog "Coisas de Eduardo luiz" (www.coisasdeeduardoluiz.blogspot.com). São algumas gírias e maneiras de falar dos paranaenses.

1. Porquiar – Ser aproveitador (a), fazer mal uso das coisas e/ou pessoas;
2. Biscatear – Sair para passear, flertar, obter tempo de ociosidade;
3. Tilanga – Garota interesseira, aproveitadora, promiscua;
4. Pia – Garoto, moleque, menino, pirralho;
5. Puro tentação – Algo muito forte, atraente, é o mesmo que estar com excitação;
6. Cara de demônio – Se faz da face ao estar com raiva, muito bravo;
7. Estar de cara – Estar incomodado com algo, mesmo que não estar satisfeito;
8. Cara de boi – É o mesmo que estar se achando por cima quando está errado (a);
9. Papear – Conversar com alguém, falar sobre algo superficial e passageiro;
10. Guria – Garota, menina, pirralha;
11. Cutucar o pêssego – Praticar o ato sexual, especificamente a prática anal;
12. Tongo – Garoto idiota, que não sabe aproveitar, possui raciocínio lento;

Exemplos:

“Sabia que ele só queria porquiar com a tua cara”.

“Fomos biscatear no meio da festa”.

“Aquela tilanga não saia de cima dele”.

“Aquele pia era muito chato e invocado”.

“Eu estava na farra, um puro tentação”.

“Ele veio para mim e fez aquela cara de demônio”

“Ela ficou de cara quando soube da traição do cara”

“Derrubei aquela porta, parecia que estava com cara de boi”.

“Gustavo e os moleques ficaram lá papeando”

“Quando ele viu aquela guria logo viu suas intenções”

“Não agüentamos e fomos cutucar o pêssego”

“Saia daqui Bernardo, você é um tongo”.



Fico triste ao perceber que quando alguem do estado se destaca nacionalmente, logo se muda para o Rio ou São Paulo (em busca de maiores oportunidades) e rapidamente perde o jeito paranaense de falar, esforçando-se até pra "desaprender" o nosso sotaque.
Entendo que isso pode ser crucial em um ator de televisão, que não pode ter um sotaque carregado, pois isso atrapalha na hora de interpretar um personagem. Porém, me parece que fazem um enorme esforço para esconderem suas orígens, abandonando de vêz a maneira de falar.
A Grazi Massafera depois que saiu do BBB, passou um ano fazendo a Oficina de Atores da Globo e paralelamente, trabalhando com uma fono-audiologa para "perder" o sotaque do norte paranaense. O povo Jacarézinho deve ter ficado muito decepcionado, mas é o trabalho dela, fazer o que?

Comentários

Postar um comentário